São F. do Conde: Funcionários protestam contra venda da Refinaria Landulpho Alves

Cerca de mil funcionários da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), localizada na cidade de São Francisco do Conde, na região metropolitana de Salvador, fizeram uma manifestação na manhã desta sexta-feira (19), contra ofechamento da unidade, anunciado em abril deste ano.

Conforme o Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA), a manifestação começou por volta das 7h, no Trevo da Resistência, que dá acesso a RLAM, e foi finalizada por volta das 10h30.

Além da Bahia, o que é produzido pela empresa atende a Sergipe, localidades nas regiões Norte e Nordeste do país, além de Argentina, Estados Unidos (EUA) e países da Europa. Segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP), só em 2018, foram 77 milhões de barris dos 31 produtos diferentes produzidos pela unidade. A unidade foi criada em 1950.

Em abril de 2018, a Petrobras chegou a anunciar a venda de 60% da Refinaria Landulpho Alves (RLAM). No entanto, suspendeu a medida em julho, após decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que proibiu o governo federal de vender ações de estatais sem aval do Congresso Nacional. A venda total da refinaria foi anunciada pela empresa em abril deste ano. O processo de venda deve ser concluído em até um ano e meio.

Com informações do G1 Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *